PUBLICADO EM 15/10/2018

Batman O Cavaleiro das Trevas: Edição Definitiva – Resenha

 

Batman O Cavaleiro das Trevas: Edição Definitiva – Resenha

Hoje falo de Batman – O Cavaleiro das Trevas: Edição Definitiva. Esta edição, com mais de 500 páginas, contempla as histórias Batman – Cavaleiro das Trevas 1 e 2, lançadas originalmente em 1986 e 2001, com roteiro e arte de Frank Miller, além de outros artistas.

Na primeira parte, vemos um Bruce Wayne de idade avançada e aposentado do manto do morcego, porém nervoso e inconformado com as inúmeras atitudes criminosas em Gotham City, o que o leva de volta a ativa, aliado de uma nova Robin recém recrutada.

O mundo vive no medo da guerra fria e o risco de uma tempestade de bombas nucleares deixam todos mais apreensivos e hostis, uma violenta gangue chamada “Os Mutantes” domina com brutalidade as ruas de Gotham, um psiquiatra passa a tratar os antigos vilões do morcego e os diagnostica como recuperados, estáveis e tenta reintegra-los na sociedade, porém passa a divulgar Batman como um criminoso e desequilibrado, o que leva a mídia a encará-lo como uma ameaça a população. Toda essa chuva de difamação faz a polícia perseguir freneticamente o herói, porém o comissário Gordon está prestes a se aposentar e sua substituta chega com uma vontade desenfreada de pôr o Batman atrás das grades. Batman passa então a não tolerar mais os crimes hediondos de seus maiores vilões, ele começa a enfrentá-los como uma fera incontrolável e mortal, chegando a medidas extremas, a mídia segue distorcendo os fatos, fazendo com que todos o vejam como uma insana criatura que precisa ser parada.


Para conter a incômoda ameaça do morcego, figurões do governo chamam ninguém mais que o Superman.
Por conta da sua fisiologia alienígena, o passar dos anos não afetou tanto o Superman quanto o Batman, Os dois heróis travam uma luta visceral, de igual pra igual, que culmina num fim surpreendente.

Na parte 2 vemos Batman, com a ajuda da Robin, agora chamada Moça-gato, comandando uma equipe de Bat-boys, indo em busca de resgatar antigos heróis, que por motivos diversos, encontram-se estagnados ou aprisionados e os traz de volta a ativa. Heróis como Átomo, Flash, Arqueiro Verde, Capitão Marvel (agora chamado de Shazam), Mulher-Maravilha, Caçador de Marte, Questão, Homem-Elástico, Homem-Borracha, são considerados coisas antiquadas, julgados como inexistentes ou lendas. Eles então unem-se para enfrentar e pôr fim numa ameaça que assumiu as rédeas do mundo, cada um desempenhando uma importante função contra esses males, e assim mostrar que heróis nunca morrem.

Na parte 1, Miller mostra uma arte e roteiro afiados, a edição revela-se como uma obra prima magistral que redefiniu a linguagem dos quadrinhos dali pra frente, porém na parte 2 tudo deixa um pouco a desejar, a arte parece menos caprichada, apesar de ter um certo charme, o roteiro parece apressado, muitas coisas se resolvem muito simplesmente, inclusive a questão do novo coringa, porém certas questões que privavam os heróis são interessantíssimas, como no caso do Átomo, do Flash e do Lanterna Verde.

Nós estamos no Facebook e você também pode nos achar no Instagram, e Twitter, curta as páginas e fique por dentro do UNIVERSO REVERSO.

 

 

SOBRE O AUTOR

Anderson Moura

Sou um Recifense poeta e artista plástico, estudante de ciências socias na UFPE, verdadeiramente apaixonado por música, cinema, séries, quadrinhos e cultura pop em geral. Amo estar com a família e amigos, ler sobre tudo e viver novas experiências. Vivo sempre numa certa nostalgia, principalmente em relação aos quadrinhos, o que me levou a criar um sebo virtual sobre essa incrível nona arte. E caso vc queira me seguir no instagram, o perfil é @nerdpoesia (ou clicando no meu nome) e lá vc encontra a tag #sebodoanderson com várias HQs, mangás e outras edições diversas a venda. Te aguardo lá.

 

 


RELACIONADOS