PUBLICADO EM 05/05/2019

Pokémon: Detetive Pikachu

 

Pokémon: Detetive Pikachu

Uma das franquias de jogos e animes mais amadas do mundo, finalmente ganhou seu primeiro longa metragem live action, e Pokémon: Detetive Pikachu faz jus ao legado dos “monstros de bolso”.

A trama segue o jovem Tim Goodman (Justice Smith), que após saber do trágico acidente envolvendo seu pai, parte até a moderna cidade de Ryme. Lá, ele acaba se envolvendo no mistério por trás de sumiço do mesmo e une forças, ainda que a contragosto, com um parceiro inusitado, um fofíssimo Pikachu (dublado no original por Ryan Reynolds).

O grande trunfo do filme está no astro maior de toda a franquia: Pikachu. O design do ratinho elétrico é incrível, nem muito realista, nem muito cartunesco, o CGI é bastante competente, e pelo menos 90% das piadas funcionam, algumas até com duplo sentido alá Deadpool (talvez por influência do próprio Reynolds), para agraciar os pais que vão levar a criançada ao cinema.

Outro ponto importante é a relação dos humanos com os Pokémon. Logo no começo do filme, numa cena de captura (sem batalha), é explicado que o Pokémon precisa escolher seu “mestre” (ou parceiro) tanto quando o mestre escolhe seu Pokémon. Há diversas cenas de monstrinhos na natureza, vivendo livres, ou na cidade de Ryme, projetada para que todos possam viver juntos em harmonia. Infelizmente o filme peca ao não explorar tanto as funções dos Pokémon dentro dessa sociedade, assim como fez por exemplo Zootopia, que conseguiu explorar melhor as características dos animais em determinadas funções na cidade. As batalhas existem, mas são meio clandestinas, o filme realmente tenta dar um ar de colaboração em humanos e Pokémon.

Em meio a sua narrativa o longa faz diversas digressões através de flashbacks, para entendermos a relação de Tim com seu pai, e com os Pokémon. Apesar de ser clichê, o filme guarda uma reviravolta para o final e a explicação do porque Tim ser o único a entender o que Pikachu fala, faz sentido no contexto da trama (e a partir do momento que você passa a acreditar num mundo cheio de criaturas com poderes incríveis e alta tecnologia, poucas coisas não seriam críveis).

O tenente Yoshida (Ken Watanabe) poderia ter mais destaque, devido a qualidade do ator, e a estagiária/repórter Lucy (Kathryn Newton) apesar de uma participação considerável não teve tanto desenvolvimento, nem alum momento para brilhar.

A maioria dos Pokémon que aparecem no filme estão muito bem representados visualmente, principalmente aqueles que tem algum tipo de textura como pelos, escamas ou penas, alguns outros mais lisos ficam mais artificiais, mas nada que prejudique tanto.

Apesar de resvalar de leve em assuntos mais complexos como a interferência humana na natureza e seu complexo de Deus, o filme não se leva muito a sério e com boas doses de humor e aventura, deve entreter crianças e adultos de todas as idades.

Título original: Pokémon: Detective Pikachu

Direção: Rob Letterman

Elenco: Ryan Reynolds, Justice Smith, Kathryn Newton, Bill Nighy, Ken Watanabe, Chris Geere, Suki Waterhouse, Karan Soni, Max Fincham.

Gênero: Aventura, Ação – EUA/ Japão 2019.

Duração: 1h 44min.

Nós estamos no Facebook e você também pode nos achar no Instagram, e Twitter, curta as páginas e fique por dentro do UNIVERSO REVERSO.

 

  3.5

 

SOBRE O AUTOR

vinicius Lunas

Um rapaz simples de gosto requintado (ou não). Curto de tudo um pouco (cinema, tv, games, hq, música), bom em particularmente nada. Formado recentemente em Letras pela Universidade de São Paulo, mas desde os 14 anos formando um bom gosto musical.

 

 


RELACIONADOS